Salvador - Brasil

Salvador

Brasil

Sobre Salvador

A capital baiana é mundialmente conhecida pela animação e por ser lar de uma das melhores celebrações de Carnaval de rua. Mas não só de samba vive a Bahia! As ruas de Salvador exalam história, cultura e uma gastronomia impressionante. Além de pontos turísticos e cartões postais famosos como o Elevador Lacerda, o Pelourinho e a Basílica Nosso Senhor do Bonfim, Salvador também é cheia de lindas paisagens e centros culturais riquíssimos.

Além disso, os arredores da cidade também oferecem ótimas opções de passeios para se fazer. Saindo da Baía de Todos os Santos, por exemplo, é possível embarcar em uma escuna e ir até as ilhas de Frades, Itaparica e Ponta de Areia. A famosa ilha de Morro de São Paulo também fica a uma distância curta e pode ser visitada por quem decide viajar para Salvador.

Principais atrações de Salvador

Pelourinho, no Centro Histórico de Salvador
Pelourinho, no Centro Histórico de Salvador

1 - Pelourinho

Tombado como patrimônio da humanidade pela Unesco, o Pelourinho é um dos pontos de Salvador que mais contam a história da cidade. A arquitetura característica dos casarões dos séculos XVII e XVIII se complementa com as ladeiras e vielas do local. O Pelourinho é também um dos principais pontos de vida noturna da cidade, e recebe inclusive ensaios do Olodum algumas vezes na semana.

Vista do alto do Elevador Lacerda
Vista do alto do Elevador Lacerda

2 - Elevador Lacerda

O principal cartão postal de Salvador poderia ser apenas uma forma rápida de se locomover entre a Cidade Alta e a Cidade Baixa. No entanto, se tornou parada obrigatória para todos que visitam a cidade. Inaugurado no final do século XIX e restaurado em 2002, ele tem 72 metros de altura, e cada viagem leva cerca de 30 segundos.

Fachada da Basílica Nosso Senhor do Bonfim
Fachada da Basílica Nosso Senhor do Bonfim

3 - Basílica Nosso Senhor do Bonfim

A Basílica de Nosso Senhor do Bonfim, conhecida também como Igreja do Bonfim, representa um ícone da fé baiana. Turistas do Brasil e do mundo vão até lá amarrar fitinhas na grade externa e fazer pedidos para o santo. É nas escadarias dela que ocorre a tradicional festa da Lavagem do Bonfim. A celebração das baianas jogando água nos degraus dura um dia inteiro e é animada por blocos musicais.

Farol da Barra, na Ponta de Santo Antônio
Farol da Barra, na Ponta de Santo Antônio

4 - Farol da Barra

Desde 2011, o Farol da Barra é aberto para visitação. Quem vai até lá aproveita para conhecer o Forte de Santo Antônio da Barra e o Museu Náutico da Bahia, já que os três atrativos são no mesmo conjunto arquitetônico. Considerado o mais antigo farol da América, ele tem 22 metros de altura. Quem se aventura a subir os 82 degraus é recompensado com uma vista de tirar o fôlego da Baía de Todos os Santos.

Fachada do Mercado Modelo
Fachada do Mercado Modelo

5 - Mercado Modelo

O Mercado Modelo é tombado como patrimônio nacional pelo IPHAN. Ele é considerado um dos maiores pontos de compra de artesanato típico e lembrancinhas do Brasil. São mais de duzentas lojas que proporcionam um passeio de compras divertido e bastante variado. Quem anda por lá também pode aproveitar para se deliciar em um dos restaurantes ou bares que oferecem pratos típicos da cidade.

Acarajé
Acarajé

6 - Acarajé das baianas

A comida típica baiana é toda muito característica, mas o acarajé pode ser considerado o carro chefe das delícias da cidade. Várias barraquinhas de baianas vendendo os quitutes se espalham pela cidade, mas no bairro do Rio Vermelho há uma concentração maior de algumas das mais famosas. Destaque para as barracas de acarajé da Cira e da Dinha, que constantemente competem pelo título de melhor acarajé de Salvador.

Veja algumas dicas para aproveitar ainda mais a cidade:

1 - Quando visitar Salvador?

A melhor época para curtir o famoso clima da capital baiana é o verão, entre o fim de dezembro e o Carnaval. Entre esses meses, as chuvas são bem escassas e a cidade tem um ritmo frequente de celebração. A festa do Bonfim, por exemplo, ocorre no segundo domingo depois do Dia de Reis, em janeiro. E a programação do Carnaval de Salvador é conhecida por nunca deixar a desejar.

2 - Quantos dias ficar em Salvador?

Em um roteiro de um dia é possível conhecer os principais pontos históricos e culturais da cidade. Para curtir as praias próximas e ter tempo para relaxar e apreciar o clima, o ideal é ficar no mínimo três dias em Salvador.

3 - Como é a mobilidade? Preciso de transporte ou posso fazer tudo a pé?

O Centro pode ser percorrido a pé, mas muitos pontos turísticos são distantes dessa região. No entanto, por ser um roteiro histórico e cultural, a experiência de fazê-lo com a companhia de um guia é muito melhor. Por conhecer bem a cidade e saber todos os detalhes, ele enriquece o passeio e contextualiza a histórica de cada ponto turístico. Para fugir do trânsito caótico, o passeio guiado também é a solução.

4 - É bom saber antes de visitar Salvador:

É proibido circular de carro no pelourinho, então use sapatos confortáveis e prepare-se para caminhar bastante. Tenha atenção nos arredores de pontos turísticos, pois muitas pessoas oferecem “presentes” que acabam sendo furadas!

Voltar ao topo